Strategy design

“Tudo é design, o design é tudo”*. Estratégia também pode ser tratada com mentalidade de designer.

Em inglês, a tradução de strategy design seria algo como “projeto de estratégia”. Talvez o mais apropriado, então, fosse denominar de strategy by design. Mas aí perderia o atraente título do post…

Depois de muitos anos trabalhando com planejamento estratégico, fui migrando das formas comuns – planilhas excel e apresentações em ppt para modos menos eletrônicos – flipcharts, canvas de todos os tipos e, claro, post its, a lot of! Sou um designer de estratégia. Para desenvolver lideranças, estruturar o crescimento do negócio, fortalecer a cultura organizacional, nada melhor do que uns bons desenhos.

Desde criança – minha mãe está de prova – gostava de desenhar. Ficava horas me deliciando com todo tipo de traço no papel. A folha em branco ainda é minha melhor paisagem de trabalho. Mesmo como escritor que digita muito no teclado do Mac, não me distanciou de um flipchart nunca. Penso enxergando, sempre fui muito visual.

Mas não se trata somente de visual thinking, e sim, de uma ampliação total das possibilidades de trabalho do estrategista para potencializar sua mente indo muito além do raciocínio linear. Sabe aquelas cenas dos filmes em que os investigadores têm intuições diante de um mural construído com fotos, setas e anotações? Então, este tipo de insight pode ser mais facilmente provocado quando a metodologia é mais orgânica.

Henry Mintzberg já sinalizava a morte do planejamento formal e, como grande pensador que é, avançou o sinal ainda na década de 90 para propor um pensamento menos mecânico. Gary Hamel, visionário, suscitou a pensar o futuro da gestão mediante outras lentes. Rita McGrath, Alex Osterwalder, entre outros, viraram a página em definitivo. A estratégia de negócios abraçou o design.

Abordagem humana, iterações e interações, aprofundar questões com perguntas simples e diretas, explorar a realidade do negócio sem medo da complexidade, valorizar mais prototipagem do que entregáveis detalhadamente definidos; essa é a ideia da Strategy Design – ou da strategy by design, como queira. Fica o convite para aprofundar o assunto aí na sua empresa. Tenho atuado em São Paulo, mas pode me chamar de qualquer lugar do Brasil – além de desenhar, gosto de viajar.

—-

*A frase de abertura deste post é de Paul Rand, autor do livro Thoughts on design, publicado em 1947. Célebre designer gráfico norteamericano, criador de identidades corporativas como IBM e IDEO. Pouco antes de sua morte, em 1996, Steve Jobs disse que Rand era o maior designer gráfico vivo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s