O futuro do trabalho

O futuro está sempre vindo. Mesmo que ficássemos parados, revoltosos com a passagem do tempo, o amanhã chegaria, tornar-se-ia hoje. Como lidar com o futuro então?

A estratégia, para pessoas ou organizações, é atuar com atenção naqueles elementos que servem para “atrair” o futuro mais desejado. Não é questão, portanto, de ir atrás daquilo que queremos, mas de preparar o “encaixe” certo para que o amanhã se acomode no melhor presente possível. 

Os elementos que conformam este mecanismo – que não é um mecanismo de previsão, mas de antecipação – são os pensamentos, os sentimentos, as palavras e as ações que realizamos aqui e agora. Conforme arranjamos nossa conduta hoje, criamos o campo magnético para que venham as coisas do futuro

O World Economic Forum está já há algum tempo dedicando-se ao futuro do trabalho, assim como a International Labour Organisation. Chegou a hora de também abrir espaço no meu humilde blog para refletir sobre o assunto. Diferente, entretanto, de muitos consultores que se orientam mais pela inovação tecnológica, vou enfatizar mais a inovação humana. Não porque haja muito o que mudar na essência do ser humano, mas por que, sim, há muito o que transformar no comportamento de todos que sonhamos com um mundo melhor.

Maior atenção às pessoas e menor deslumbramento com as máquinas. Maior treinamento pessoal e menor apoio em gadgets. Mais aprendizado e menos gasto com coisas prontas. Acho que tudo isso pode ser atraído desde o futuro como se fôssemos um grande imã que traz para si o que complementa seu pólo magnético.

Faz falta ainda muita humanização nas organizações. Talvez a chave seja cada um humanizar-se mais a si mesmo. 

—-

E lembre-se que a força de um eletroimã é invisível. Só enxergamos as limalhas de ferro ajustando-se às linhas. Assim também é a força que temos para atrair o futuro desejado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s