Desafia-te a ti mesmo

No último sábado participei de um sarau. Havia 130 pessoas. E quando digo que participei, é que participei mesmo. Não só assisti. Toquei no violão e cantei três músicas (uma do Tom!) com mais “cara de pau” do que habilidade. Enfim, desafiei-me. Nos divertimos muito. Saímos melhor.

O velho axioma délfico de “conhece-te a ti mesmo” é eterno. Redundante de propósito. Conhecer-se A SI MESMO, implica em ir fundo, em conhecer o mais profundo de nós mesmos e não somente a superfície.

Para tanto é necessário desafiar-se a ir além dos limites. Temos de ter um pouco (ou muita) coragem e testar, experimentar, fazer coisas diferentes. 

O ecletismo é velho amigo. Artes marciais, meditação, declamação de poesia, canto, dança, xadrez, leitura de livros diversos, viagens, conversas e convivência com pessoas diferentes, investigação e exploração da vida. Tudo que podemos fazer para buscar a sabedoria (filosofia) vale à pena.

No trabalho, no estudos, em casa, com os amigos, seja onde for. Deveras nós tivéssemos uma obrigação social de contribuir com mais descobertas e com mais conhecimento. O primeiro passo? Ora, claro, fazer isso consigo mesmo, por si mesmo. Daí virá o exemplo para contagiar os demais. Outro desafio.

—-

Escolha algo difícil para fazer. Elabore a estratégia – defina lugar, hora, companhia, momento mais propício e ajudantes. E então faça. Desafia-te a ti mesmo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s