De novo

De novo, novo mesmo, muito pouca coisa. O deslumbramento com a tecnologia causa cegueira – astigmatismo, ao menos. Carecendo de conhecimento da história e dos seus ciclos, vêm a ingenuidade: novos hippies, fantasiando a paz e o amor.

“Não há nada de novo sob o sol”. Proverbial.

Os Renascentistas do século XIV e XV foram inventivos, desenvolveram técnicas, quebraram paradigmas. Fizeram isso inspirando-se na cultura clássica. Os cientistas do século XIX cristalizaram-se no positivismo e na física de Kelvin. A causa parece ter sido a arrogância.

Mas a questão é que queremos algo novo. As pessoas – as jovens pessoas, especialmente – querem coisas diferentes. Diferentes da corrupção, do materialismo, do consumismo desenfreado, das violências de todo tipo. Todos estamos num afã pelo amanhã. 

O atual culto à inovação é mero reflexo de uma íntima angústia que, diversamente de Kierkegaard, não pode satisfazer-se com religião. Quiçá Schopenhauer esteja mais perto de nós… Com música sempre nos aliviamos.

Minha proposta: continuar buscando coisas melhores. Contudo, estabelecendo algumas bases que são conquistas clássicas da Humanidade. Valores universais. Referencial fixo que permite toda mudança.

O arquétipo do Bem, platônico, não é ultrapassado, é super atual, pois que é atemporal. Eternamente jovem. Eternamente belo.

Lembremos: o que é clássico é o que não morre com o tempo. Não é velho. Se for velho, ou se ficar velho, não é clássico.

—-

Ou seja, o novo que tanto queremos, nos aproxima dos Renascentistas mais do que do pensamento decimonônico. Sendo novos, somos um pouco mais antigos que os antigos, e um pouco mais novos que os mais antigos. Esquisito de falar, mas coerente com os fatos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s