A vantagem profissional

Em um escritório de serviços profissionais a vantagem está no arranjo entre a identidade do negócio, a carteira de clientes que servimos e os profissionais que integram nosso time. Qualquer desarmonia nestes três pontos fragiliza a competitividade da empresa.

O problema é que muitos sócios ignoram esse sistema e buscam recolher métodos e técnicas gerenciais que não se aplicam bem ao ambiente dos serviços intensivos em conhecimento. Vão “às compras” – cursos de MBA, consultoria não especializadas, contratação de executivos oriundos da indústria etc. – e não trazem nada muito proveitoso. Às vezes não funciona; às vezes, funciona, e torna o escritório algo parecido ao chão de fábrica. Resultado: desvantagem competitiva.

A experiência (e a história dos grandes escritórios) mostra que se pode trabalhar numa sequencia lógica: primeiro fortalecemos a cultura em torno de valores indiscutíveis, que servem para tangibilizar nosso negócio; então desenvolvemos clientes que se interessem e paguem por isso; logo temos de criar o ambiente adequado para atrair os melhores cérebros para o time

Não é 100% linear. Essa lógica não exclui as adaptações necessárias da prática diária e as demandas que surgem de um ou outro cliente, de um ou outro profissional. Contudo, podemos ver que ajuda a orientar o pensamento dos sócios na definição da estratégia de crescimento.

A vantagem profissional está em desenvolver a relação com os clientes a partir de uma clara e sólida convicção sobre “quem somos” e “o que fazemos”. Daí decorre, forçosamente, as noções de “quem não somos” e “o que não fazemos”. Assim também fica muito mais fácil recrutar, selecionar, integrar e treinar a equipe. Não é preciso atender qualquer cliente, nem é inteligente empregar qualquer pessoa, certo?

Pari passu, a vantagem profissional se apresenta no alinhamento do grupo com os valores essenciais da organização. Se cada membro do time é um agente verdadeiro do negócio, representando com coerência suas ideias, não haverá tanta dificuldade em liderar e dar coesão às equipes de trabalho.

Um negócio intensivo em conhecimento é inseparável das pessoas, interativo com os clientes e baseado em ativos intangíveis. Advocacia, arquitetura, engenharia, consultoria, design, comunicação ou seja qual for o seu ramo… não caia na falácia da “profissionalização” fabril! Escritório não é fábrica. Nossa vantagem está naquilo que é próprio do nosso contexto.

—-   

Esqueça aquele pensamento industrial de profissionalizar a partir da burocracia, de tecnologia, dos procedimentos, da aquisição de novo mobiliário ou da mudança para um “galpão maior” (sic). Tudo isso vem por consequência da verdadeira vantagem profissional: saber quem somos, trabalhar com clientes que desejam isso, unindo pessoas que podem fazer isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s