Consensus

Consensus building é o nome do sexto modo de liderança em serviços profissionais. Baseado em relações humanas (política) e com amplitude estratégica, este mecanismo é típico de grupos de profissionais do conhecimento.

Treinados como somos para argumentar, questionar, analisar e aprofundar os assuntos, não é possível impor uma decisão para uma equipe de serviços profissionais. Advogados gostam de argumentar, arquitetos gostam de argumentar, engenheiros gostam de argumentar, todos gostamos. Seja qual for o seu negócio, as definições estratégicas merecem um tratamento com tempo e atenção devidos.

Aliás, é justamente a pressa e a ansiedade que podem atrapalhar. Dedicar tempo para conversar (em salas de reunião ou em restaurantes, não importa) com os sócios e “alinhar” as questões significativas é fundamental para o bom desenvolvimento do negócio como um todo. Qualquer divergência entre os sócios pode ser percebida pelos demais e, mesmo que não seja evidente, vai atrapalhar na condução dos clientes e na operação.

Construir consenso e chegar ao alinhamento dá trabalho. É como o riscar do fósforo que, no atrito, produz o fogo. A luz que ilumina, o insight, depende de uma explosão de palavras, pensamentos, ideias, problemas, experiências, comparações, hipóteses etc.

Também requer paciência e uma boa dose de energia, pois às vezes simplesmente se cansa de abordar certos temas. Mas é melhor enfrentar o assunto, seja ele qual for, do que fugir da conversa ou, pior ainda, tentar impor um rumo. A imposição de um rumo, autoritária ou sutil, poderia provocar fraturas na relação dos líderes entre si. Muito cuidado com isso!

Em alguns escritórios isso pode ser recebido como algo óbvio. Contudo, pode ser justamente por essa atitude que a reflexão sobre o grau de consenso seja ainda mais importante: se é óbvio, significa que o consenso é construído, então? Investe-se o devido tempo para aprofundar as temáticas estratégicas do escritório? Se a reposta for sim, ok. Mas se a resposta for “não, nem precisamos de muito tempo para essas coisas”, eu tenho a tendência a desconfiar… Mais provável que seja uma cômoda aceitação por parte de um ou de alguns. Não é verdadeiro consenso.

Uma maneira de avaliar sua veracidade é medindo a capacidade de execução. Tanto maior o consenso, mais fácil de implementar ações no dia a dia. O contrário também é verdadeiro. Misteriosamente as atividades esbarram em coisas inconcebíveis. Por que isso acontece? Pode ser por falta de alinhamento. Na maioria das vezes é.

Nos serviços intensivos em conhecimento vale a lógica do colegiado, isto é, as decisões merecem a participação ativa de todos. Eximir-se da discussão não resolve. Pior, pode indicar uma indiferença que vai fazer falta depois.

—-

Os profissionais do conhecimento desenvolvem-se e crescem nesse tipo de exercício. É por isso que um grupo de líderes de alto nível tende a levar o negócio a graus de desempenho elevados. Pois melhoram a cada conversa, exigem mais em cada contrato, aprofundam constantemente na medida em que as coisas acontecem, qualificam o atendimento toda vez que um cliente oferece um problema. Consenso é fruto de conflitos, assim como a luz brota da explosão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s