O estrategista

Como mencionei no último post, vamos desenvolver alguns dos temas que encontramos no livro Master Strategist, de Ketan Patel. Começo com a maturidade dos estrategistas, que ele descreve em três níveis: básico, mestre e iluminado (sábio).

A qualidade da estratégia depende da qualidade do estrategista. Os menos capazes podem ganhar, mas às custas de muitas perdas e desperdícios, para os demais e para si mesmo. Os mais capazes conquistam com menos perdas e geram menos desgaste para si e têm menor retaliação por parte dos outros. Seria possível uma capacidade máxima em que todos vencem e ninguém perde?

O iniciante terá a tendência de se deter na análise dos fatos isolados. Sua resposta é normalmente reativa e impulsiva, característica daquele que não se domina a si mesmo e, portanto, afeta-se com as circunstâncias. De certo modo acaba sendo moldado por elas. Na prática, significa que vai definir ações de modo intempestivo, imediatista, baseado em emoções que surgem mais da ação dos concorrentes, das reclamações dos clientes e da pressão dos colaboradores do que da verdadeira identidade do negócio. O iniciante não domina as situações, por isso é violento e competitivo no pior sentido da palavra.

O mestre  já consegue encontrar uma posição mais elevada e superior, onde o conflito pode ser eliminado mediante uma posição em que as partes podem aderir em conjunto. Na prática, é transformar um concorrente em parceiro, um cliente incomodado em alguém que coopera com a melhoria do negócio e um colaborador desmotivado em um alguém mais engajado. O mestre domina as situações porque previamente se fez senhor de si mesmo, e assim pode harmonizar conflitos.

O iluminado seria aquele capaz de gerar estratégias de inclusão para todas as partes e impedir futuros conflitos. É claro que isso é extremamente difícil, por isso é para sábios iluminados. Mas são esses raros personagens históricos que reúnem milhões de pessoas em torno de uma Causa. A histórica confirma sua existência.

O que muda de acordo ao grau de maturidade é principalmente a visão do jogo – mais fragmentada ou mais integral. O iniciante vê o adversário e vê o conflito. O mestre vê a situação em que ele próprio e o adversário se encontram juntos. O iluminado distancia-se de seu adversário e da situação para ver o ambiente mais amplo e o fluxo dos acontecimentos, descobrindo como propiciar a vitória para todos.

—-

Normalmente as estratégias são definidas e aprendidas em grupo. Os sócios, com ou sem a ajuda de consultores, tomam decisões para o negócio. Obviamente a maturidade conjunta deste grupo interfere na qualidade das decisões. Isso veremos no próximo texto, aguarde.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s