Comparações profissionais

Comparar-se com os outros pode ser pouco prático, além de desconfortável e, quem sabe, até injusto. Desviar o olhar de si mesmo para o outro muitas vezes esconde inveja e/ou vaidade. Mas se comparamos os serviços profissionais com as fábricas e indústrias convencionais, podemos chegar a um entendimento maior desse segmento. Neste caso a comparação é prática, não gera desconforto (eu acho) e é absolutamente justa.

Serviços Intensivos em Conhecimento x Negócios Convencionais

Quanto aos ativos… nos primeiros são intangíveis, nos outros são materiais. Compare conhecimento, criatividade, experiência e especialização técnica com máquinas, estoques, terrenos e estrutura industrial.

Quanto às pessoas… os profissionais do conhecimento são fontes de receita, o pessoal de chão de fábrica normalmente é custo.

Quanto ao marketing… temos de promover ideias, não mercadorias.

Quanto aos clientes… participam e influenciam muito o desempenho, não são apenas consumidores.

Quanto à qualidade… os serviços profissionais são apelidados de “opacos”, pois sempre há alguma ambiguidade; nas fábricas os critérios são bem objetivos (podem ser certificados pela ISO 9000).

Quanto à liderança… há que “pastorear gatos” nas organizações de conhecimento intensivo, no chão de fábrica é normal a supervisão e o controle.

Quanto às finanças… nos professional services são relativamente simples, pois o principal gasto é com salários; na indústria a gestão financeira é complexa, pois há compras de matérias primas, manutenção fabril, aquisição de máquinas, gastos com estoque e distribuição, entre outras coisas.

Quanto ao trabalho… a “amarração” depende mais da cultura organizacional, do que de políticas escritas, procedimentos, regras ou burocracia.

Enfim, poderíamos seguir fazendo N comparações aqui para demonstrar como é necessário um enfoque diferente para gerir negócios intensivos em conhecimento. Reflita você mesmo e amplie esta lista.

—-

Comparar não é suficiente, é preciso buscar novos conceitos, métodos e apoiar-se em outros fundamentos.Um novo paradigma advém de uma nova visão, mas espero que eu o tenha estimulado a desviar um pouco o olhar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s