“Fazer sempre”

Kant diz que não há nada bom em si como a Boa Vontade. Certo. Mas o mesmo filósofo pretende que os atos aconteçam. Não basta a intenção, há que realizar.
Dizem os americanos com sua inconfundível objetividade: Make it happen! Ou seja, precisamos fazer acontecer as coisas, na prática. Dar vazão às nossas ideias para que venham ao mundo concretamente. E o que é necessário para isso? Uma grande ideia? Não. É preciso ação. Mas o problema é que muitas vezes o fazer não é difícil, e sim o “fazer sempre”. Entra em cena o valor inestimável da disciplina.
Persistir, continuar, insistir mil e uma vezes. Tem de ser repetitivo – sem mecanicidade ou automoatismo. Tem de fazer um pouco a cada dia, todos os dias um pouco. Sempre. Insistentemente.
Talvez seja necessário uma sagrada teimosia, que permite ao entusiasmado empreender uma jornada de conquista e realização. Que seja. Os teimosos, às vezes, são um presente para os grupos humanos…
—-
Se você tem boas ideias que podem ajudar empresas e pessoas, negócios e cliente, que bom. Melhor ainda se você pode executá-las na prática do dia-a-dia. E este é o mistério que separa a teoria da prática: disciplina. Dê atenção e reserve paciência para o seu plano. Tire-o do papel. Não é só questão de fazer, mas de fazer sempre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s